MENU

30 de setembro de 2016 - 17:54Rali

WRC: Toyota apresenta o Yaris no Salão de Paris

14468238_10207446179055633_4641430190301085863_o

O Toyota Yaris, carro que marca a volta dos japoneses ao WRC após 18 anos, foi apresentado com a decoração oficial no Salão do Automóvel de Paris

RIO DE JANEIRO – O Salão do Automóvel de Paris, um dos principais eventos do gênero na Europa, foi utilizado pela Toyota como plataforma do lançamento oficial do seu novo carro para a temporada 2017 do World Rally Championship (WRC).

Foram quase três anos desde o anúncio do retorno da montadora japonesa e outro tanto de espera, já que a Toyota está ausente do Mundial de Rali desde 1999, quando o foco da marca no esporte a motor mudou para os projetos de Fórmula 1 – que não deu certo – e para o protótipo Toyota TS020, o famoso GT-One que quase conquistou as 24h de Le Mans naquela época.

Mas finalmente o Yaris, modelo que a Toyota elegeu para a próxima temporada, está pronto (ou quase). A Toyota Motorsport GmbH, com sede em Colônia, na Alemanha, elegeu Tommi Makinen – lenda do Rali – como líder da nova equipe e dos testes de desenvolvimento, que contaram também com a participação dos pilotos Juho Hänninen e Martin Prokop. Nesse período desde o lançamento, a equipe ganhou a expertise necessária para lidar com o carro e Makinen, embora otimista, tem uma perspectiva bem mais sóbria com relação ao primeiro ano de regresso da Toyota ao WRC. Ele sabe que a meta é entender e conhecer ainda mais o carro para uma performance sólida e competitiva em 2018, para aí sim lutar por vitórias.

A Toyota fechou também uma parceria com a Microsoft, que não só será o sponsor principal dos Yaris como também vai colaborar na área de tecnologia e eletrônica. Já começaram as piadas de que quando o carro der algum “pau” na área de software, ele vai entrar em modo de tela azul ou então os pilotos precisarão do famoso comando das plataformas da marca de Bill Gates: CTRL + ALT + DEL.

Que sacanagem…

Voltando a falar de coisa séria, a Toyota ainda não anunciou quem serão os pilotos titulares para 2017. Sabe-se que o desejo é ter três carros e nomes que estão presentes na atual temporada têm grande chance de estar a bordo, entre eles o do finlandês Esapekka Lappi, que defende a Skoda no WRC2 e teria a simpatia de Tommi Makinen. Mas a equipe não pode deixar escapar um piloto experiente e, ao menos por enquanto, Thierry Neuville e Mads Østberg estão sem contrato com suas atuais escuderias e seriam boas opções no mercado de pilotos.

Compartilhar

1 comentário

  1. Wellington disse:

    Fico feliz pela volta da Toyota mais acho que esse carro não vai vencer, espero está errado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *