MENU

3 de maio de 2019 - 09:14Super GT

Pole de Quintarelli e da Nissan para os 500 km de Fuji

6248_MK2_3980

Mais uma: Ronnie Quintarelli chega ao total de 13 pole positions em sua trajetória no Super GT; o italiano fez o melhor tempo com novo recorde do circuito, para os 500 km de Fuji, que serão neste sábado

RIO DE JANEIRO – Tradicional evento automobilístico do feriado japonês conhecido como Golden Week, os 500 km de Fuji não serão apenas a 2ª etapa da temporada 2019 do Super GT como também a primeira grande competição na nova era do império japonês – a era Reiwa – após a renúncia de Naruhito.

O Golden Week, a propósito, vai até segunda-feira, com o sábado sendo o Dia da Árvore no Japão e domingo, o Dia da Criança.

Não à toa, a GTA espera um ótimo público nas arquibancadas para acompanhar a corrida de amanhã, que terá duração de 110 voltas pelos 4,563 km do traçado do Fuji Speedway.

Nesta sexta, os carros e pilotos foram à pista para a definição do grid, com os treinos de GT500 e GT300 divididos em duas fases. Na principal categoria, oito dos 15 inscritos avançaram para o Q2. Na GT300, o buraco foi mais embaixo: com o enorme plantel de 29 participantes, foi preciso limar 13 para se levar os demais para a segunda fase e definir o pole position.

E na turma de cima, o Nissan #23 da equipe Motul Autech Nismo, melhor dos treinos livres, prometeu e cumpriu: Ronnie Quintarelli isolou-se como o segundo piloto com mais largadas da posição de honra, atrás apenas de Yuji Tachikawa, o “Rei das Poles” da GT500 com 23 largadas na pole.

Com a marca de 1’26″871 – abaixo do recorde anterior, o italiano faturou sua 13ª pole na competição – mesmo com 17 kg extras de lastro por conta dos pontos alcançados na abertura do campeonato em Okayama.

O neozelandês Nick Cassidy conseguiu um lugarzinho na primeira fila do grid com o Lexus LC500 do KeePer Tom’s, perdendo por mais de dois décimos de segundo – mas também virando um tempo melhor que o antigo recorde do circuito. Daiki Sasaki, do Calsonic Team Impul, provou a boa forma dos carros da Nissan, obtendo o terceiro tempo à frente do melhor Honda, com Daisuke Nakajima.

Dois europeus colocaram seus bólidos na terceira fila: Heikki Kövalainen, da equipe Denso Kobelco SARD (Lexus), terá a companhia de Bertrand Baguette, da Real Keihin Racing (Honda). Yuji Tachikawa, com mais um Lexus e Fred Makowiecki, num terceiro Nissan, completaram o rol dos oito carros que avançaram ao Q2.

Entre os que ficaram pelo caminho, estavam os ganhadores em Okayama – Tomoki Nojiri/Takuya Izawa, que largam da 10ª posição com o Honda NSX-GT Concept da ARTA, dois postos à frente dos atuais campeões Jenson Button e Naoki Yamamoto, do Team Kunimitsu. Na proporção de carros inscritos, o construtor foi o que teve menos carros no Q2 – dois, contra três Nissan e três Lexus.

5YO_3239

Kazuki Hiramine e Sacha Fenestraz vão liderar o pelotão de 29 carros no grid da GT300 em Fuji

Os Nissan também dominaram na GT300: o carro da dupla Kazuki Hiramine e Sacha Fenestraz foi o melhor nas duas sessões classificatórias e registrou o ponto extra da pole. A equipe Realize Kondo Racing foi a única a virar abaixo de 1’36” – precisamente, 1’35″871, assegurando uma boa posição de largada.

Nas posições seguintes, dois “Mother Chassis”, o #25 do Hoppy Team Tsuchiya e o #5 com pintura Speed Racer da equipe Advics Mac Syakhen. Ambos os bólidos estão inscritos com três pilotos – nos 500 km de Fuji, excepcionalmente são autorizadas as formações de trios, por conta da duração da disputa.

Antes fora do Q2 por oito milésimos e depois alçada à disputa pela pole porque o McLaren 720S GT3 de Seiji Ara/Álex Palou perdeu sua melhor volta por abuso de ‘track limits’, o Nissan GT-R Nismo GT3 da Gainer Tanax ainda conseguiu alcançar um excepcional 4º posto com Katsuyuki Hiranaka superando o #360 da RunUp Rivaux, com ótima performance do novato Yusaku Shibata, em sua primeira participação na categoria.

João Paulo de Oliveira pôs o Aston Martin Vantage AMR GT3 no Q2 e o parceiro Tomonobu Fujii levou o carro #7 da D’Station Racing ao nono lugar no grid, com o tempo de 1’36″902. Eles se classificaram três posições à frente dos vencedores na abertura – Morio Nitta/Sena Sakaguchi, a bordo do Lexus RC-F GT3 da K-Tunes Racing e os atuais campões Naoya Gamou/Haruki Kurosawa largam da 13ª posição com o Mercedes-AMG da Leon Pyramid.

De resto, a observar mais um decepcionante desempenho dos Prius agora dotados de propulsor dianteiro em ritmo de classificação. O carro #31, que usa pneus Yokohama, ficou com a 20ª colocação, guiado por Manabu Orido. Koki Saga qualificou o #30, que é calçado com Dunlop, na vigésima-sexta posição entre os 29 carros inscritos.

Agora, a plataforma de Streaming do Super GT fica a cargo do Motorsport.TV e, se for possível, o blog vai colocar o link ao vivo para vocês assistirem. Não haverá restrições e os 500 km de Fuji serão assistidos por quem quiser, a partir de 2h20 da manhã, pelo horário de Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *