MENU

23 de janeiro de 2014 - 23:48United Sports Car Championship

Nas 24h de Daytona, pole da GTD é punido; Ferrari de brasileiros sobe para 2º na classe

Dagys_-2014_235157

Irregular na vistoria técnica, Audi R8 LMS da Paul Miller Racing é desclassificado e perde a pole position da classe GTD  (Foto: John Dagys)

RIO DE JANEIRO - A vistoria técnica realizada após os treinos classificatórios das 24 Horas de Daytona, primeira prova da história do Tudor United SportsCar Championship, “canetou” alguns carros e mexeu com o grid em pelo menos duas categorias – GTD e Prototype.

Começando pela GTD: o Audi #48 da Paul Miller Racing, que ficou com a pole position graças a Christopher Haase, vai para o fim da fila na largada de sábado em virtude de irregularidades na asa traseira. O #46 da Fall-Line Motorsports, 3º colocado com Oliver Jarvis a bordo, estava fora da altura mínima permitida pelo regulamento técnico.

As punições elevam a Ferrari #63 da Scuderia Corsa, do quarteto Alessandro Balzan/Toni Vilander/Lorenzo Casé/Jeff Westphal para a posição de pole position, cabendo o segundo posto ao carro dos brasileiros Daniel Serra/Chico Longo/Xandinho Negrão/Marcos Gomes. A BMW de Augusto Farfus/Dane Cameron/Markus Palttala/Paul Dalla Lana sobe para décimo com as desclassificações dos dois infratores.

Na classe Prototype, o carro punido foi o Dinan Riley DP #78 da Starworks Motorsport, de Brendon Hartley/Alex Popow/Scott Mayer/EJ Viso/Sebastian Saavedra. Na vistoria, o protótipo apresentou irregularidades quanto à altura mínima em relação ao solo e também uma alteração irregular de aerodinâmica. Isto promove o Corvette DP #5 de Christian Fittipaldi ao 3º lugar do grid, o Ford EcoBoost Riley DP de Tony Kanaan para quinto e o de Oswaldo Negri para nono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>