MENU

25 de agosto de 2014 - 08:32Automobilismo Internacional

Mais dois campeões, agora nos EUA

RIO DE JANEIRO - A Galeria dos Campeões de 2014 ganhou neste fim de semana mais dois nomes. Inaugurada com Kimiya Sato, vitorioso antecipado na AutoGP World Series, ela agora tem Spencer Pigot e Gabby Chaves como #1 de suas respectivas categorias.

14-08-05_01

Graças a uma boa sequência de vitórias no início do ano, Spencer Pigot praticamente dominou o Pro Mazda Championship

Pigot levou a taça da Pro Mazda Championship presented by Cooper Tires, que realizou sua rodada dupla final no circuito californiano de Sonoma. Com 309 pontos, o piloto da Juncos Racing chegou lá com boa dose de dramaticidade. Na prova do sábado, ele colidiu com o novato e rival Scott Hargrove, que ainda tinha possibilidade de ser campeão e abandonou. Em contrapartida, o piloto da Wayne Taylor Racing ainda abocanhou o pódio na corrida vencida por Kyle Kaiser, com Neil Alberico em segundo.

Já na derradeira etapa da temporada, o câmbio do carro de Hargrove deixou o piloto a pé. Pigot, merecidamente campeão, fez o suficiente para terminar em 5º lugar. O mexicano Jose Gutiérrez venceu e o brasileiro Nicolas Costa foi o segundo colocado.

16c_4402

Em seu primeiro campeonato completo na categoria, Nicolas Costa venceu uma em Mid-Ohio e terminou o ano em quinto

Aliás, o carioca fez uma boa temporada pelo Team Pelfrey. Conquistou pódios, venceu uma etapa em Mid-Ohio e terminou em 5º lugar, com 224 pontos em seu primeiro ano completo no certame. Perto de completar 23 anos, ele mira a Fórmula Indy no futuro.

A temporada da Pro Mazda Championship ainda contou com a presença parcial de outros dois brasileiros. Egresso da F3 Europeia, Pipo Derani começou forte a temporada, com bons resultados. Mas o piloto nascido em São Paulo, nas palavras do próprio, foi sacaneado pelo Team Pelfrey, o mesmo de Nicolas Costa. Acabou afastado e deixou a competição. Com 88 pontos, ficou em 14º lugar. Felipe Donato também fez meia temporada e defendeu a M1 Racing. Com 39 pontos, encerrou o certame na décima-nona posição.

03-29-Chaves-Off-To-Fast-Start-Std

Mais um colombiano: Gabby Chaves conquistou a temporada da Indy Lights no último ano do pacote Dallara-Infiniti

Já na Indy Lights, quem comemorou o título foi o colombiano Gabby Chaves. Com quatro vitórias (Long Beach, Birmingham, Indianápolis e Pocono), o piloto deu também o primeiro troféu à escuderia Belardi Racing. Ele somou apenas 12 pontos a mais que Jack Harvey, vitorioso em três das últimas quatro provas do ano.

A categoria esteve mais esvaziada do que nunca em 2014. Foram 17 pilotos marcando pontos, oito dos quais disputaram toda a temporada – entre eles Luiz Razia, que terminou o certame na 5ª colocação, com uma vitória, cinco pódios e 371 pontos somados.

dallara-il-15-6

O elegante Dallara IL-15, futuro carro da Indy Lights

Na verdade, as equipes não quiseram investir num campeonato que terá mudanças radicais em 2015: sai o chassi Dallara que estreou em 2002 junto ao motor Infiniti V8 após mais de uma década de uso, para entrar o modelo IL-15 do mesmo fabricante italiano, só que com motor AER turbo 4 cilindros. Outra novidade será o uso dos pneus Cooper em substituição aos Firestone. Enfim, um ano de transição para uma temporada em que os times vão praticamente começar do zero.

3 comentários

  1. Fernando Kesnault disse:

    Amigo Rodrigo se lembre que o neozelandes Gregg Murphy foi bicampeão da V8SuperTourer neozelandesa vencendo a temporada de 2014 de 4 etapas de 13 provas de forma brilhante: venceu 11 provas das mesmas sagrando-se campeao na ultima etapa em 27.04.2014.

    Abs,

    Fernando

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>