MENU

25 de novembro de 2014 - 12:55Túnel do Tempo

Direto do túnel do tempo (229)

1982-Slim-Borgudd-Team-Tyrrell-Tyrrell-011

RIO DE JANEIRO - Se você conhece algum Karl Edward Tommy na história da Fórmula 1, então você sabe tudo dos nomes dos pilotos da categoria. Pois esse é o nome de batismo do sueco Slim Borgudd, que disputou uma dezena de corridas entre 1981 e 1982.

Esse sueco, que hoje completa 68 anos, é mais conhecido por ter sido o baterista das sessões de estúdio de vários discos do grupo pop ABBA do que propriamente por sua carreira automobilística, que começou a sério em 1972. Ele inclusive foi campeão da série escandinava de Fórmula Ford em 1973 e disputou o Swedish Touring Car Championship (STCC), passando também pela F-3 – com direito ao 3º lugar no prestigiado GP de Mônaco em 1980 e F-2, para chegar à F-1 em 1981 na ATS e com o logotipo do ABBA (não havia contrapartida financeira, aliás) na lateral do bólido amarelo com que chegou em 6º lugar no GP da Inglaterra.

Borgudd chegou à Tyrrell em 1982, disputou as três primeiras provas do ano e foi retirado da equipe sem a menor cerimônia. O prometido apoio financeiro do nórdico não se concretizou e em seu lugar entrou Brian Henton. Slim ainda correu de Fórmula 3000, Fórmula 3, nas 24h de Le Mans e depois de caminhões, até se retirar das pistas em 1997.

Na foto, o piloto sai dos boxes de Jacarepaguá com sua Tyrrell 011 Cosworth com que disputou o GP do Brasil. Largou em 21º e com as desclassificações de Nelson Piquet e Keke Rosberg, fechou a corrida em 7º lugar.

Há 32 anos, direto do túnel do tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>