MENU

17 de junho de 2016 - 10:0624 Horas de Le Mans

ACO age rápido: tem BoP extra na LMGTE-PRO

Le-Mans-2016-Qualifying-21-730x487

Última hora: divulgado um inédito BoP extra na classe LMGTE-PRO, que atinge diretamente todos os competidores, para evitar um massacre de Ford e Ferrari sobre o resto

RIO DE JANEIRO - O diretor esportivo do ACO Vincent Beaumesnil não estava brincando no início da quinta-feira quando informou que existia uma grande possibilidade de haver um BoP (Balance of Performance) pré-corrida para a classe LMGTE-PRO – fato inédito na história das 24h de Le Mans.

E ele veio, atingindo em cheio as duas marcas que dominaram a classificação para o grid de cabo a rabo.

A Ferrari 488 GTE, carro usado pelas equipes AF Corse (líder invicta do WEC até aqui) e Risi Competizione irá para a pista neste sábado com 15 kg a mais no peso. Na prática, o bólido italiano já tinha 20 kg extras e o peso mínimo aumentara para 1260 kg. Portanto, passa a ter 1275 kg. O tanque dos carros, que já havia passado para 88 litros de combustível, sobe mais quatro, indo para 92 litros.

Pole position no grid de 14 carros da divisão LMGTE-PRO, o novo Ford GT também sofre restrições de peso e mecânica. O motor será estrangulado com a diminuição da pressão dos turbocompressores entre 4200 e 7000 rpm – e qualquer overboost acarretará em penalização durante a disputa. O peso mínimo que já fora alterado para 1235 kg (haviam tirado 25 kg no BoP anterior, é bom lembrar), sobe para 1245 kg.

Ademais, Corvette e Aston Martin também têm mudanças a caminho: os restritores de motor nos seus carros serão mais largos. Isto significa que os amarelos dos EUA voltam à mesma configuração que foi usada no Journée Test de duas semanas atrás, porém com sete litros a mais na capacidade do tanque de gasolina (93 para 100 litros). O Aston Martin chegou a esta prova como o carro mais leve da sua categoria: 1180 kg, ganhando agora 0.4 mm a mais nos restritores de ar para melhorar torque e potência. Os Porsche 991 RSR não sofrem qualquer tipo de modificação, exceto que o tanque de combustível passa a ter 103 litros ao invés dos anteriores 95.

A medida de última hora vem para impedir um massacre: na qualificação, a diferença dos melhores tempos dos carros turbo para os aspirados beirou 4 segundos por volta. Numa divisão sempre equilibrada, isto nunca havia acontecido. Os carros serão testados e checados amanhã antes da prova, num warm up com 45 minutos de duração.

13 comentários

  1. GUSTAVO disse:

    ta de brinqueixon a ACO, o 911 que se exploda. Se não consegue acompanhar a evolução dos gt, nem participe! Noticia Boss…ta do fim de semana, ademais tudo oka

    • Ricardo Antonio Pralon Santos disse:

      Toda categoria de carros de turismo ou GT hoje é equalizada… enfim isto é um longo assunto. Nao é por causa do 911 , existe 911 turbo que nao corre porque nao querem. Se liberar sempre carros turbos teram vantagem.

  2. LUCAS disse:

    Bom dia Rodrigo!

    Na sua opinião, quem sai mais beneficiado deste BoP? Esse BoP será q

  3. OZZMAIR disse:

    Os caras foram “punidos” pela competência , sei lá , complicado , pro espetáculo é bom , mas não deixa de ser um assunto longo. Sacanagem mesmo foi o que fizeram com o #49 , isso sim.

    Um abraço!!!

  4. Claudio disse:

    Acabam punindo a competência em nome de uma competitividade totalmente artificial, infelizmente é assim, pode mudar a categoria, mas no fundo as cagadas dos dirigentes são as mesmas.

  5. Marco Barral disse:

    Faço minha as palavras do Claudio.

    • luigi disse:

      Concordo com Claudio e Marco , mais uma vez os medíocres engenheiros que nunca conseguiram destaque em qualquer equipe ,más são politicamente bons (isto não é privilégio só no Brasil) estragam o trabalho de engenheiros de verdade . E tem pessoas do mesmo nível que acham isto uma beleza . Tá na hora da Porsche Clas. GT ,Aston Martim ,Corvettes e outros pararem de mi$,mi$,mi$ no orgão regulamentador e saírem do passado e evoluam para carros mais adequados a competições mais modernas. Afinal ,competem com carros de arquitetura dos anos 50 ,já ganharam muitas corridas e dinheiro com estes modelos e Le Mans classic é em outra data , se não me engano !

      • Espero que desta vez o fordeco não abra as portas como nas outras corridas. Já imaginou na mulsane??? kkkkk

        Essa é a “evolução dos gt’s” kkkk
        principalmente da Ford, com um projeto totalmente (anos 60) inovador e novo.
        SQN…

  6. Victor de Mattos disse:

    Chororô dos fordeiros vai ser grande rsrsrsrs…. tao andando com um carro 4segundo mais rápido e querem que fiquem por isso mesmo?!?!

    ACO não é F1!!

    Go Vette, rumo a mais uma tríplice coroa!!!

  7. luis carlos disse:

    Pq os caras da Ford não fingiram e empurrassem menos torque como está na divisão P1?!?!?

    Cara vai lá, senta a bota e bota 4 seg nos outros e não queria BoP?!?!?!? Ademais, pra quem não sabe a Ford está com interesse de vitória no ano quem vem qdo fizerem 50 anos da última vitória em La Sarthe, mas se vier antes fábrica agradece!!!!!

  8. Carlos Alvim disse:

    A continuar , assim, algumas grandes equipes logo,logo darão preferência A outras provas de 24 horas da FIA /WEC ! Atenção, ACO, charme tanbém acaba!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>