MENU

25 de março de 2019 - 18:13Intercontinental GT Challenge

Oito marcas e 20 carros na disputa das 8h da Califórnia

IGTC-2018-Laguna-California-8-Hours-Land-Audi-race

A Audi venceu a edição inaugural das 8h da Califórnia com o Team Land; neste ano, a competição está um pouco magrinha em termos de inscritos, mas quantidade nem sempre representa qualidade…

RIO DE JANEIRO - Ao contrário do que aconteceu na sua disputa inaugural, as 8h da Califórnia – segunda etapa do Intercontinental GT Challenge – não conseguiram reunir na lista final de inscritos um grid numeroso como aconteceu ano passado. Muito por conta do fato da realização do certame regional Pirelli GT4 West, vinculado à mesma SRO que organiza o IGTC, em que pese o grid magro com apenas uma dezena de duplas confirmadas.

Mas a participação de 20 carros não deve diminuir a importância da disputa, muito pelo contrário. Até porque oito marcas estarão representadas na disputa e a competição de construtores, liderada pela Porsche, é levada a sério pelas montadoras. O que também contribui para o baixo quorum é a adesão praticamente nula das equipes do Blancpain GT World Challenge America. A exceção foi a Wright Motorsports, que junto a Park Place substituirá o time de Earl Bamber representando o construtor de Weissach.

Isto posto, a lista finalmente publicada nesta segunda-feira nos traz a Audi com dois carros, assim como Nissan, Bentley, BMW e Porsche. Ferrari e Honda têm um bólido apenas. A Mercedes-AMG vem com quatro e é a marca mais bem representada em número de inscritos.

Os demais inscritos são um Lamborghini Huracán Super Trofeo (chassi de 2015) na GT Cup e três GT4, sendo uma BMW M4, um Porsche Cayman e um Ford Mustang.

Vencedora ano passado, a Audi estará representada pela equipe belga WRT e pela Land Motorsport. No carro #10 estarão Dries Vanthoor/Fréderic Vervisch/Christopher Haase, enquanto no #29 estarão a bordo Kelvin Van der Linde/Markus Winkelhock/Christopher Mies.

A Nissan terá dois carros via KCMG: o time que disputou no último sábado a etapa de abertura do VLN em Nürburgring vai com Alexandre Imperatori/Oliver Jarvis/Edoardo Liberati e também com Katsumasa Chiyo/Josh Burdon/Alex Buncombe.

Na HubAuto Corsa, o reforço das 8h da Califórnia é Miguel Molina, que defende a R.Ferri Motorsports no Blancpain GT World Challenge America e a AF Corse em provas pontuais do WEC. O espanhol estará com Tim Slade e Nick Foster no carro #27.

A Honda estreia no IGTC nesta etapa com um NSX-GT3 EVO com o nome fantasia Honda Team Motul. Assistido pela JAS Motorsport, o bólido terá Mario Farnbacher/Renger Van der Zande/Bertrand Baguette. Já as BMW inscritas são as mesmas de Bathurst, inclusive com o brasileiro Augusto Farfus garantido no carro #42 do Team Schnitzer junto a Chaz Mostert e Martin Tomczyk.

Duas equipes representam a Mercedes-AMG em Laguna Seca: a Strakka Racing retorna com dois carros, um deles com a presença da dinamarquesa Christina Nielsen; enquanto a GruppeM Racing conta com um exército de excelentes pilotos da marca de Stuttgart para lutar pelo topo do pódio – entre eles Maxi Bühk, Maro Engel, Maxi Götz e Raffaele Marciello.

Vencedora em Bathurst com Dennis Olsen/Dirk Werner/Matt Campbell, a Porsche optou por times dos EUA para dar sequência à sua campanha na temporada. Os campeões da prova da Austrália vão no #912 da Wright Motorsports, enquanto Romain Dumas/Sven Müller/Matthieu Jaminet vão alinhar no #911 sob a responsabilidade da Park Place Motorsports.

Os treinos classificatórios para as 8h da Califórnia serão sexta-feira, a partir de 11h20 locais (15h20 de Brasília), com os pilotos inscritos tendo direito a 15 minutos de pista, cada um. Os 15 mais rápidos vão para o Pole Shootout, a partir de 15h40 locais (19h40 de Brasília). A disputa é no sábado, com largada a partir de 8h30 locais (12h30 de Brasília).

Se não houver restrições por parte da SRO no YouTube, o blog deverá ter o vídeo do qualifying e da corrida.

9 comentários

  1. rodrigo botana disse:

    Mattar três pilotos que podiam correr essa prova, mas acho que eles estão queimados no automobilismo ou sei lá não tem patrocinio, e já andaram na indy e imsa e pikes peak e indy 500, que são STEFAN Wilson, JR hidrebrand, e Sage karam, acho incrivel esses três não correm de nada faz tempo, acho estranho isso

    • Rodrigo Mattar disse:

      Estranho não é, não. Estranha é sua paixão por esses três.

      Nenhum deles é obrigado a ser convidado por correr nos EUA.

      E nenhum deles é piloto oficial de fábrica ou ligado a qualquer construtor envolvido nas 8h da Califórnia.

  2. Rodrigo disse:

    Ano passado teve 33 carros no total e 16 GT3, esse ano também tem os 16 GT3. Corrida com 8hrs de duração poderia ter mais carros GT3
    2018 teve transmissão ao vivo pelo youtube das 8hrs de Laguna Seca que fechava o calendário, tomara que esse ano não tenha restrição por região.

    • Rodrigo Mattar disse:

      Xará, acho que o grid foi melhor porque o campeonato do Pirelli WC já estava decidido e muito mais equipes GT4 puderam correr também. Sem contar os TCR que o Bryan Herta levou.

      • Rodrigo disse:

        Faz sentido Mattar. PWC acabou 1 mês antes, e como era última etapa do IGTC e ainda mais sendo em território americano várias equipes de GT4, TCR do PWC participaram da prova.

  3. rodrigo botana disse:

    MATTAr quem diria que o rafaelle di marciello que até hoje é o recordista da antiga f3 européias de vitórias numa só temporada e ele foi campeão dela, era piloto da academia da ferrari, quase testou um f1 e foi dispesando grotescamente da academia da ferrari ia se tornar um ótimo, pois para mim ele é um ótimo piloto de turismo e gt, e ia se tornar profissional nessas duas categorias , sendo que o foco dele era af1, é como o edgar mello filho diz, existe vida fora da f1 e f2, rafaele di marciello é a prova disso

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>