MENU

13 de junho de 2019 - 21:4324 Horas de Le Mans, Mundial de Endurance

24 Horas de Le Mans: zero surpresa, Toyota na pole

7_Toyota_Le_Mans_Practice_2019

Veloz e furioso: Kamui Kobayashi chegou bem perto do próprio recorde absoluto de Le Mans, conquistando a pole position com a Toyota

LE MANS (Não consigo mais dormir!) – Alguém surpreso? Acho que ninguém: a pole position e a primeira fila das 24 Horas de Le Mans 2019 são da Toyota. O construtor japonês que já levou o título do Mundial de Endurance entre as equipes agora está a um passo de ser campeão também com qualquer uma de suas trincas de pilotos.

Resta saber qual… Já que, como é Le Mans que escolhe quem vence, não vou apostar minhas fichas em ninguém.

A matemática diz que Alonso e cia. lideram, mas a festa hoje foi da trinca Pechito López/Kamui Kobayashi/Mike Conway. Com o tempo de 3’15″497 – mais rápido que no ano passado e muito próximo do recorde absoluto do traçado, os pilotos do #7 entram na disputa de sábado com um ponto extra no bolso do macacão.

Um outro detalhe é que os privados conseguiram a façanha de, em ritmo de classificação, estar no mesmo segundo dos Toyota. A SMP Racing se garantiu na segunda fila com a respeitável marca de 3’16″159, alcançada pelo russo Egor Orudzhev. Gustavo Menezes classificou o #3 da Rebellion com 3’16″404.

As equipes da Rússia e da Suíça dividem também a terceira fila: o carro #1 de Bruno Senna ficou com a 6ª posição – 3’16″810, cortesia do alemão Andre Lotterer. DragonSpeed – que se despede da LMP1 neste fim de semana e ByKolles nem pagaram placé (aproveitando que estamos na França, vamos gastar o idioma!).

A Graff tirou onda com as equipes do WEC e fez a pole entre os LMP2

A Graff tirou onda com as equipes do WEC e fez a pole entre os LMP2

Na LMP2, a Graff Racing, em associação com a SO24!, levou a melhor entre os 20 inscritos da categoria, cabendo o melhor tempo a Tristan Gommendy, com a marca de 3’25″073. Porém, o ponto da pole, já que a Graff não é um time do WEC, coube à TDS Racing em sua despedida com a tripulação francesa de Loïc Duval/Matthieu Vaxivière/François Perrodo – eles ficaram com o segundo posto do grid, adiante da DragonSpeed e da Signatech-Alpine Matmut, do brasileiro André Negrão.

A boa notícia para as duas equipes é que, pelo menos nas sessões de classificação, a Jackie Chan DC Racing ficou mais para trás, com o #38 que postula a taça ocupando o 8º lugar da categoria e o 16º na geral.

95_Aston_Martin_Racing_Le_Mans_2019_1

No duelo entre Aston Martin e Ford para ver quem era o mais rápido dos LMGTE-PRO, vantagem para o construtor de Gatwick

A Aston Martin bateu a Ford numa luta insana pela pole position e assim levou o melhor tempo entre os 17 super competitivos LMGTE-PRO inscritos: Marco Sørensen cravou 3’48” e superou o tempo de Harry Tincknell, da Ganassi UK, por apenas cento e doze milésimos de segundo.

Antonio Garcia foi rápido o bastante para colocar o Corvette C7.R como terceiro do grid na divisão, seguido por Nick Tandy no melhor Porsche e pelo brasileiro Augusto Farfus, o mais veloz da BMW, com o tempo de 3’49″108.

A AF Corse ficou com o 12º lugar da divisão com a Ferrari que terá a bordo o brasileiro Daniel Serra. Já a Risi Competizione não foi tão bem e o #89 de Pipo Derani/Jules Gounon/Oliver Jarvis acabou como o mais lento do grupo, a 3″454 da pole position.

88_Dempsey_Proton_Racing_Le_Mans_2119_2

Matteo Cairoli liderou a dobradinha da Dempsey Racing-Proton na LMGTE-AM

A Porsche faturou a pole na LMGTE-AM com a Dempsey Racing-Proton. E em dobradinha: Matteo Cairoli levou o #88 ao tempo de 3’51″439, com Matt Campbell marcando 3’51″645.

Nas posições seguintes ficaram a Gulf Racing com Thomas Preining virando 3’51″944 e a melhor Ferrari foi a da JMW Motorsport, que tem entre os pilotos o brasileiro Rodrigo Baptista. No QP3, Jeff Segal fez seu giro mais rápido em 3’52″423.

A Keating Motorsports, equipe do brasileiro Felipe Fraga, ficou com a oitava posição, graças à marca de 3’53″492 alcançada no primeiro treino do dia – o segundo do acumulado de três sessões. Os Aston Martin apanharam, ficando em décimo e décimo-primeiro respectivamente. A Project 1 Racing, equipe que começa a prova como líder do campeonato, parte da sexta colocação.

O grid, como vocês sabem, teria 62 carros. Só que ontem o Porsche #99 da Dempsey Racing-Proton sofreu um acidente forte, com Tracy Krohn a bordo. O piloto de 64 anos não conseguiu passar na revisão médica e assim o estadunidense está fora, assim como o compatriota Patrick Long e o sueco Nic Jönsson. Termina assim a sequência de participações do texano em La Sarthe – todas com Jönsson como fiel escudeiro.

As 24 Horas de Le Mans terão transmissão AO VIVO dos canais Fox Sports durante todo o fim de semana. Sábado a partir de 10h da manhã até 16h, voltando após a Truck Series em Iowa. No domingo, voltamos às 8h de Brasília até o pódio.

8 comentários

  1. Antonio Seabra disse:

    E ai Rodrigo ??? Concordou comigo que o ronco (ou o “grito”) mais alucinante é o dos Porsches ?

  2. Roberto disse:

    Esse ano vai dar Rebellion Racing. Vai dar Bruno Senna.

  3. Ivair disse:

    Rodrigo sem nenhuma novidade na LMP1! Agora na LMP3 e na LMGT Pro a briga é bem legal. Nos conta dos bastidores com relação ao novo regulamento. Será hoje, em tese, a divulgação não é? Abraço

  4. Anselmo Couto Leite disse:

    Feliz demais por te ver aí em le Mans vivendo um sonho, você mais que merece !!
    Abraço. Anselmo

  5. Fernando Silva disse:

    Pois eu apostaria minhas fichas num LMP1 privado esse ano…é difícil mas em Sarthe tudo pode acontecer…lembramos que em 2017 a Toyota viu seus dois carros fora de combate num curtíssimo espaço de tempo.
    Agora, algo me diz que essa edição vai repetir 2016 e os olhos estarão mais voltados para LMGTE Pro, porque, além das despedidas das equipes oficiais da Ford e da BMW (mas já?), aparentemente não há um carro muito mais forte que o outro, talvez as Ferrari não se mostraram tão rápidas na classificação mas costumam vir para frente nas corridas…eu costumo ficar em cima do muro mas este ano em especial, quero uma vitória do Ford GT na classe…os carros ficaram lindos demais com as pinturas clássicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *