MENU

17 de novembro de 2018 - 00:13Mundial de Endurance

WEC, 6h de Xangai: Rebellion lidera único treino com pista seca

MPSA_WEC_SHA18_SP2_5370-1

Andre Lotterer liderou a surpreendente dobradinha da Rebellion no terceiro treino livre. A definição do grid será às 4h da manhã deste sábado, pelo horário de Brasília

RIO DE JANEIRO - O sábado na China amanheceu com tempo bem melhor em relação ao primeiro dia de treinos para as 6h de Xangai. A pista molhada deu vez ao traçado mais seco e os 35 carros inscritos foram para o terceiro e último treino livre da programação – antes da definição do grid, nesta madrugada pelo horário de Brasília – para o primeiro contato com o asfalto em melhores condições.

E aí, surpresa: quando todo mundo achava que a Toyota teria o domínio como na véspera, a Rebellion Racing apareceu para dar uma resposta aos orientais, liderando uma inesperada dobradinha, em que o alemão Andre Lotterer (um dos companheiros de equipe do brasileiro Bruno Senna) foi o mais veloz em 1’45″137, somente 0″019 abaixo do segundo colocado, Thomas Laurent.

Este foi o primeiro treino em toda a temporada 2018/19 da Super Season em que a Toyota foi batida por qualquer outro adversário, mesmo que por apenas 0″027, graças a Kazuki Nakajima. O carro #7, quarto colocado a 0″184 do melhor tempo da sessão, teve um pequeno problema ao desviar do Aston Martin LMGTE-AM na curva 3 do circuito chinês e rodou com Kamui Kobayashi a bordo.

A SMP Racing ficou com o quinto e sexto lugares do FP3, com seus dois BR Engineering de motor AER Biturbo figurando no mesmo segundo dos quatro à sua frente. A DragonSpeed foi superada por 1″253 e a ByKolles figurou em oitavo, mais de dois segundos atrás.

Na LMP2, Anthony Davidson estabeleceu a melhor volta da classe em 1’50″907, apenas 0″050 mais rápido que o Alpine A470 líder do campeonato, tripulado em sua melhor volta pelo brasileiro André Negrão. A Jackie Chan DC Racing ficou em terceiro e quarto.

Aston Martin e Ford lideraram o plantel LMGTE-PRO com dois de seus carros quebrando a barreira dos 2 minutos na volta mais rápida. O “Dane Train”, com Marco Sørensen a bordo, marcou 1’59″628 e foi três décimos melhor que o #66 da Ganassi guiado por Olivier Pla. Kévin Estre foi o terceiro mais rápido com o Porsche que vem liderando o campeonato, seguido pelas Ferrari da AF Corse.

Mais rápida dos treinos de ontem no piso molhado, a BMW acabou com o 7º tempo, enquanto o Corvette “Redline” acabou com o pior tempo entre os 11 carros inscritos – mais lento até que o carro da Clearwater Racing, o melhor entre os LMGTE-AM, com Matt Griffin cravando 2’01″583, quase três décimos à frente de Giancarlo Fisichella, noutra Ferrari – esta da Spirit of Race.

Dempsey-Proton Racing, Project 1 e Aston Martin Racing completaram o top 5 da classe, num treino que transcorreu sem muitos incidentes, exceto um período de full course yellow acionado para facilitar o resgate do Porsche de Michael Wainwright, que foi para a caixa de brita num trecho da pista.

A definição do grid para as 6h de Xangai acontece a partir de 4h da manhã, pelo horário de Brasília.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>