MENU

20 de maio de 2015 - 13:38Rali

Quase 100 duplas no Rali de Portugal

_14C8978

Vencedores do Rali de Portugal ano passado, Sébastien Ogier e Julien Ingrassia querem manter a liderança folgada da classificação do WRC após quatro etapas

RIO DE JANEIRO – O Mundial de Rali (WRC) retorna ao território europeu após passagens por México e Argentina, no primeiro evento do período primavera-verão. Neste fim de semana de grandes provas do automobilismo mundial, acontece a 49ª edição do Rali de Portugal, quinta etapa do campeonato. Os organizadores confirmaram um excelente plantel de inscritos, reforçados pela presença de duplas locais: nada menos que 96 duplas vão disputar o evento, que pela primeira vez será realizado na região de Guimarães, com 16 trechos cronometrados.

É a oportunidade que a Volkswagen espera para confirmar o domínio preestabelecido por Sébastien Ogier, vencedor de três das quatro primeiras etapas e também se recuperar do mau desempenho no Rali da Argentina, onde a Citroën conquistou uma dobradinha histórica – porque foi a primeira em anos sem Sébastien Loeb. Aliás, os franceses, evidentemente motivados pelo triunfo na perna sul-americana do WRC, vão para esta etapa com uma versão melhorada do DS3 e com uma nova programação visual, bem mais agressiva que a anterior.

Com 15 carros na turma de cima, o Rali de Portugal marca o retorno do polonês Robert Kubica, que aproveitou-se da ausência na Argentina para reestruturar sua equipe e revisar o Ford Fiesta que divide com o navegador Maciej Szczepaniak. Henning Solberg e seu parceiro Ilka Minor também regressam neste evento, noutro Fiesta.

A divisão WRC2 terá um expressivo total de 30 duplas na prova, destacando-se desde já a presença de Nasser Al-Attiyah e seu navegador Matthieu Baumel, participando pela segunda vez juntos no campeonato. Outras atrações são o saudita Yazeed Al Rajhi, o francês Stéphane Lefevbre, o irlandês Craig Breen, o sueco Pontus Tidemand e o líder do campeonato, o finlandês Jari Ketomäa.

Como novidades, o Team Oreca, conhecido das provas de monopostos e Endurance, estará presente no WRC2 com Eric Camilli/Benjamin Veillas num Ford Fiesta e a participação de Jonathan Hirschi num Peugeot 208 T16 ao lado do navegador Vincent Landais.

Já a classe WRC3/JWRC reúne igualmente um bom grupo de competidores, num total de 19 carros – o melhor grid do ano. O norueguês Ole Christian Velby, único a disputar duas das quatro provas anteriores (o WRC3 não teve inscritos no México e Argentina), chega a Portugal com a liderança do campeonato, somando 40 pontos contra 25 de Quentin Gilbert e 18 do alemão Christian Riedemann – que não participará da etapa portuguesa do Mundial.

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *