MENU

24 de julho de 2019 - 17:45IMSA

35 carros confirmados para Road America

IMSA WeatherTech SportsCar Championship

Após o domínio traduzido em vitórias nas últimas provas, a Mazda sofreu sanções no BoP para a prova de Road America, a nona da série IMSA em 2019

RIO DE JANEIRO - Nona etapa do IMSA Weathertech SportsCar Championship, o Grande Prêmio de Road America será no primeiro domingo de agosto no circuito de Elkhart Lake. A sensacional pista do Wisconsin, com 4 milhas de extensão, terá de volta as quatro categorias – os protótipos DPi e LMP2 não foram a Lime Rock – e um total de 35 carros foi confirmado para a corrida do dia 4.

Isso porque a Juncos Racing não conseguirá reconstruir seu Cadillac DPi a tempo de participar da etapa. O trabalho é frenético na oficina para colocar em ordem o Cadillac DPi-V.R destruído no acidente de Victor Franzoni em Mosport, mas afora a necessidade do trabalho extra, a equipe de Ricardo Juncos não nada em dinheiro. Agora, só em Laguna Seca para vermos de volta o carro #50.

Assim, o grid da classe principal terá dez carros, com dois protótipos LMP2, oito GTLM e quinze GTD - novamente o maior plantel, por conta da etapa de Road America ser a quinta do Weathertech Sprint Cup.

Vencedores em Watkins Glen e no Canadá, os Mazda RT24-P DPi vão ser penalizados pelo BoP da categoria, com acréscimo de peso (930 kg de peso mínimo, 20 a mais que nas corridas passadas), dois litros a menos de gasolina no tanque (74 ao invés de 76 litros) e redução do boost do turbo na faixa útil entre 7250 e 9000 rpm – a perda de potência é estimada em 17 cavalos.

Os Cadillac vão ganhar mais peso (mínimo de 980 kg – vinte a mais que no BoP anterior), mas o restritor do motor 5,8 litros V8 terá um aumento de 0.6 mm que proporcionará onze cavalos a mais no propulsor. O tanque de combustível ganhará também mais um litro. Já os Acura do Team Penske vão para Elkhart Lake com 10 kg a mais de peso mínimo – 945 kg, de acordo com o boletim da IMSA.

Enquanto entre os GTLM a entidade parece bem satisfeita, a tabela de equalização de desempenho entre os GTD tem novidades. Os Acura ganham novo sobrepeso de 20 kg, subindo o peso mínimo do carro da equipe líder do campeonato para 1350 kg. A Ferrari 488 GT3 da Scuderia Corsa terá uma “dieta” de 10 kg, mais potência na faixa útil de giros entre 5500 e 7500 rpm (quatro cavalos a mais) e o McLaren 720S GT3 da Compass Racing perde 30 kg e ganha sete cavalos com o incremento do boost do turbo do motor entre 2000 e 8000 rpm.

Na lista de entradas, há novidades. A estreia de Patrick Kelly no #52 da PR1/Mathiasen Motorsports ao lado de Matthew McMurry é uma delas. A volta de Tommy Milner, já recuperado da lesão na mão esquerda que o tirou de esquadro nas duas últimas etapas é outra. A Starworks volta e traz pelo menos um Audi R8 LMS EVO para Parker Chase/Ryan Dalziel, já que a Moorespeed continua de fora após a panca do carro #19 em Glen.

Também retorna a equipe Lone Star Racing com sua Mercedes-AMG GT3 para Gar Robinson/Lawson Aschenbach, enquanto Bia Figueiredo está confirmada ao lado de Katherine Legge no #57 da Heinricher Racing w/Meyer Shank Racing, já que Christina Nielsen fará a etapa sul-coreana do Blancpain GT World Challenge Asia no mesmo final de semana. Pfaff Motorsports e Wright Motorsports fazem uma curiosa troca: Dennis Olsen, que venceu em Lime Rock junto a Zach Robichon, estará no #91 ao lado de Anthony Imperato. E Matt Campbell, que guiou pela Wright na última etapa, estará no #9 junto a Zach Robichon.

A disputa pelo título continua em aberto em todas as divisões. Na DPi, Juan Pablo Montoya/Dane Cameron lideram com 207 pontos após a etapa de Mosport, três à frente de Pipo Derani/Felipe Nasr. Hélio Castroneves/Ricky Taylor vêm em terceiro, somando 198 pontos. E mesmo com poucos pilotos e carros, o panorama é equilibrado entre os LMP2, onde Matthew McMurry comanda o campeonato dois pontos adiante de Cameron Cassels/Kyle Masson – aliás, James French é quem estará a bordo do #38 em Road America.

Na GTLM, os pilotos da Porsche brigam entre si numa repetição do filme visto na Super Season do WEC: Earl Bamber/Laurens Vanthoor somam oito pontos de margem para Nick Tandy/Patrick Pilet. O panorama é muito mais favorável aos comandantes do campeonato na GTD, onde Mario Farnbacher/Trent Hindman lideram com 30 pontos para Robby Foley/Bill Auberlen, da Turner Motorsport.

O Fox Sports deve exibir a etapa em VT, já que a prioridade para o dia 4 de agosto serão outros eventos. A grade aponta a exibição inédita para o dia 6, terça-feira, às 23h, no Fox Sports 2.

3 comentários

  1. rodrigo botana disse:

    uma pena 3 pilotos bons que já correram de imsa nenhuma equipe chama eles para correr em nenhuma corrida da imsa, acho estranho, que são gaby chaves, james davidson e stefan wilson, 3 pilotos bons parados esse ano

  2. rodrigo botana disse:

    mattar não é falta de assunto, gaby chavez foi campeão da indy lightys conseguiu bons resultados com a harding na indy, james davidson já correu na nascar x finit series em circuitos mistos e acho estranho eles estarem parados sem correr de nada esse ano, e a imsa eles já correram nela, é isso, o stefan wilson assumo é fraquinho como piloto, mas o gaby chaves anda bem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>